O que é a restauração do Tabernáculo de Davi?

Este tópico da restauração do Tabernáculo de Davi trouxe tanto contenda quanto unidade entre o Corpo global de Yeshua, e é uma das grandes chaves para entender o reino de Deus e o Reino milenar que está por vir. Quando pensamos em como é ver o Tabernáculo de Davi restaurado, tendemos razoavelmente a pensar no local de adoração no Monte Sião onde Davi colocou a Arca da Aliança em uma estrutura, em torno da qual os adoradores foram escolhidos para adorar 24 horas por dia, 7 dias por semana (1 Crônicas 16:37, 1 Crônicas 25:9). Então a questão é, adorar 24/7 é a restauração bíblica do Tabernáculo de Davi falado em Amós 9:11, ou é algo que, quando devidamente entendido em sua plenitude, pode ser o que trará o último grande avivamento e o retorno de Yeshua?


Amós 9:11

“Naquele dia levantarei e restaurarei o tabernáculo caído (cabine) de Davi,
E repararei suas brechas [nos muros da cidade];
também levantarei e restaurarei as suas ruínas
E o reconstruireicomo nos dias da antigüidade.

O que é um Tabernáculo?

Vamos começar com a nossa ideia da palavra "tabernáculo" muitas vezes é entendido por grande parte do Corpo global de Yeshua como uma tenda ou edifício extravagante, mas na realidade a palavra em hebraico usada é Amós 9:11 é “Sukkah". A sucá é o menos extravagante e o mais rudimentar dos abrigos feitos de folhagem de árvores, galhos de palmeiras e outros materiais naturais com um teto através do qual você pode ver as estrelas (Levítico 23:40). São esses tipos de abrigos que são feitos para habitar Durante 7 dias por ano em Israel até hoje durante Sucot (A Festa dos Tabernáculos). Jonas também fez uma sucá enquanto se sentava do lado de fora da cidade de Nínive esperando que a ira de Deus caísse sobre a cidade (Jonas 4:5). Isaías 1:7-9 fala da desolação que estava vindo para Israel e no versículo 8 o coloca desta forma, “A Filha de Sião (Jerusalém) é deixada como uma sucá [desertada] em um vinhedo, como uma cabine de vigilância em um campo de pepinos, como uma cidade sitiada [isolada, cercada pela devastação].” Essa sería uma visão de horror para o povo judeu, uma Sucá não associada ao Sucot (Festa dos Tabernáculos), pois representa uma grande destruição, julgamento e desolação, não uma estrutura bonita ou extravagante como a maioria das pessoas tende ao ver a palavra tabernáculo .

Em Amós 9:11 é claro que a Sukkah de Davi caiu, significa que o reino davídico está em ruínas, falando de toda a tragédia e julgamento que se abateu sobre os descendentes da linhagem real do Rei Davi e o resto de Israel. O profeta Amós usa o termo “suká” de maneira semelhante à de Isaías 1:8 em Amós 9:11 depois de ter falado nos dez versículos anteriores sobre o grande julgamento de Deus sobre Israel. Vemos isso novamente em Isaías 11 depois de falar também nos versículos anteriores sobre a grande destruição e exílio do povo judeu.

Passado, presente e futuro

Sabemos da glória passada do rei Davi e seu governo, e muito bem de sua destruição e ruína, mas e sua futura restauração completa? Após a destruição e a dor profetizada e experimentada por Israel e pelo povo judeu como um todo, e agora no presente sendo capaz de olhar para trás na história, tanto biblicamente quanto de outra forma, para esse grande sofrimento, também vemos o cumprimento contínuo da promessa de Deus de restaurar Israel. Além de seu julgamento, como Amós 9:11 deixa claro, também é profetizado que o povo judeu retornaria do exílio não apenas uma, mas duas vezes em Isaías 11:11-12 e Jeremias 31:10, o que o mundo já testemunhou faz mais de 100 anos agora. As profecias do povo judeu sendo restaurado na Terra Prometida estão se cumprindo, mas esta ainda não é a restauração completa do reino davídico onde Yeshua governará e reinará de Sião (Lucas 1:32.33).

Uma Restauração Governamental

A restauração do Tabernáculo de Davi é principalmente de natureza governamental. Israel foi restabelecido e o povo judeu está retornando, mas ainda estamos esperando a volta do rei Yeshua para governar e reinar de Sião sobre as nações da terra. Oséias 3:4-5 nos diz depois de uma longa espera sem rei ou qualquer outra coisa digna de uma nação sacerdotal, como tem sido a posição de Israel, que “Depois, o povo de Israel voltará e buscará o Senhor seu Deus e Davi seu rei. Eles ficarão maravilhados com o Senhor e com a sua bondade nos últimos dias”. Sabemos que Yeshua já veio para a salvação de toda a humanidade e ascendeu à destra do Pai, mas quando Ele voltar será para ficar e governar a terra como o Rei dos reis. Quando a plenitude dos gentios vier, então Israel será salvo (Romanos 11:25-26).

A fim de ter uma imagem mais clara da glória passada e futura que Israel e do Reino Davídico, ou seja, a restauração da autoridade governamental da semente de Davi, Yeshua e Seu governo e reinado desde Jerusalém, essas 6 escrituras serão de grande ajuda. (Isaías 2:1-4, Zacarias 8:20-23, Jeremias 23:5-8, Zacarias 14:16, Isaías 11:35, Isaías 9:6-7.)

Apesar de tudo o que aconteceu com o ramo de Davi, o Deus de Israel prometeu reviver a dinastia de Davi. Isto pode chocá-lo embora, há escrituras que nos levam a entender neste futuro Reino Davídico governado por Yeshua, que não apenas o próprio Davi (ressuscitado), mas também seus descendentes físicos governarão e reinarão em Jerusalém ao lado e subordinados a Yeshua Ha'Mashiach. As seguintes passagens descrevem o mesmo futuro profético do vindouro governo e reinado de Yeshua. (Jeremias 30:9, 33:17, 21-22,26; Ezequiel 34:23-24; Zacarias 12:7-13:1).



Receba as notícias mais interessantes diretamente em sua caixa de mensagens.

Profecias sobre o povo judeu e a Igreja

Outra questão de grande importância e controvérsia entre o corpo global de Yeshua é se, quando a maioria dos líderes judeus rejeitaram a Yeshua como o Messias, Yeshua então rejeitou as promessas originais específicas para o povo judeu. A resposta é definitivamente não. Romanos 11:1-2 deixa muito claro quando Paulo diz: “Eu digo então, Deus rejeitou e renegou Seu povo? Certamente não! Pois eu também sou israelita, descendente de Abraão, da tribo de Benjamim. Deus não rejeitou Seu povo [escolhido] que Ele conheceu de antemão. Ou você não sabe o que a Escritura diz de Elias, como ele pleiteia com Deus contra Israel?” Ele continua ao longo de todo o capítulo lembrarndo aos crentes não-judeus que não ignorem o fato de que Deus permitiu este endurecimento temporário do coração do povo judeu de propósito especificamente para os gentios do mundo serem salvos, porque se não todo Israel seria salvo sem os gentios. Yeshua está voltando em breve e os meios o tempo para a salvação dos gentios também está chegando ao fim.

É certo dizer que quando Yeshua morreu, ressuscitou e ascendeu à destra do Pai e que Ele mudou todas as promessas do vindouro Reino Messiânico? Romanos 11:29 está em oposição direta a essa afirmação. Antes da cruz cada pessoa teria entendido que o Reino Messiânico que está chegando está centrado em torno do povo judeu, mas depois da cruz, o dogma comum é que isso mudou de alguma forma, mas Lucas 22:29-30 está mais uma vez em oposição direta a essa afirmação. Falando aos apóstolos, Yeshua diz: “E assim como meu Pai me concedeu um reino, eu concedo a você [o privilégio] de que você possa comer e beber à minha mesa no meu reino, e você se sentará em tronos para julgar as doze tribos de Israel.” Isso significa que as doze tribos especialmente serão governadas pelos apóstolos ressuscitados no Reino Messiânico que está por vir, não pelos crentes gentios. A princípio, isso pode parecer duro ou não-inclusivo, mas é simplesmente Deus cumprindo Sua promessa e não algo para pegar como uma ofensa. Também não significa que Deus não ama os crentes não-judeus tanto quanto os crentes judeus, não, simplesmente que Ele prometeu ao povo judeu esta posição e não pode voltar atrás em Sua Palavra. Ele não mente.

Teologia da Substituição

Por quase 2.000 anos, Israel como um país deixou de existir, levando a maioria dos crentes a entender que o corpo global do Messias estava agora assumindo o papel do povo judeu para governar o mundo, o que levou ao ódio do povo judeu em muitas correntes teológicas rotulando o povo judeu como aquele que matou Yeshua e que, portanto, perdeu as promessas de Deus, esquecendo que o próprio Yeshua é um judeu, como foram todos os Apóstolos e discípulos originais. Coisas como guardar o sábado e celebrar as festas bíblicas foram proibidas e tornadas crimes puníveis até a morte independentemente do fato de que essas práticas judaicas não são simplesmente para o povo judeu, mas bíblicas e para todos os crentes guiados pelo Espírito Santo. 》〉》Leia mais sobre as festas bíblicas

Em vez da visão de que Yeshua reinará sobre o mundo inteiro através do povo judeu como é prometido em toda a Escritura, a nova reinterpretação diz que o mundo será governado apenas por crentes não judeus sem qualquer contexto judaico, ou restauração judaica, ou Reino Davídico restaurado. Do ponto de vista dos crentes não-judeus, isso é como tentar cortar a herança de Deus para o povo judeu. Aos olhos dos judeus, é um pouco mais duro e visto como um roubo descarado. Esse ponto de vista da Teologia da Substituição diz que Deus substituiu os judeus pelos gentios ou Teologia de Supressão, que diz que os gentios simplesmente substituíram os judeus. Esta teologia é precisamente sobre a qual O apóstolo Paulo advertiu os crentes gentios Em Romanos 11:18, 20 e 25, a não serem arrogante sobre o chamado do povo judeu, não serem vaidosos para com eles, nem ser ignorante de seus dons e chamado pelo Messias Yeshua, que são irrevogáveis (Romanos 11:29).

Deus ama os judeus mais do que os gentios ou vice-versa?

Não, como afirmado anteriormente, apenas por causa das promessas de Deus ao povo judeu para a restauração física da terra de Israel (Jeremias 31:5-6, 50:19) a salvação espiritual da nação judaica (Jeremias 31:31-34, 50:20), e a restauração governamental da Dinastia David (Amós 9:11-12, Isaías 2:1-5, Jeremias 33:19-26), isso não significa que o amor de Deus pelo povo judeu é maior, mas simplesmente que Ele prometeu que vai acontecer e Ele está sempre procurando que Sua Palavra seja cumprida (Jeremias 1:12).

E quanto a Atos 15:13-18?

Nesta parte da Escritura, o apóstolo Tiago citou Amós 9:11-12 declarando que os gentios deveriam ser totalmente aceitos no corpo do Messias sem se converter ao judaísmo. Em primeiro lugar, porque claramente como os gentios estavam sendo cheios do Espírito Santo e recebendo Yeshua como seu Messias, Ele tem interesse na salvação dos gentios. Em segundo lugar, a salvação para os gentios está correta de acordo com os Profetas (Isaías 49:6), e em terceiro lugar, como tal, devemos tornar o processo o mais simples possível. Esta versão de Amós 9:11-12 que está escrito em Atos 15:16-18 é ligeiramente diferente da versão do Antigo Testamento no versículo 17 por ser traduzida da tradução da Septuaginta da Bíblia, dizendo “o resto da humanidade” em vez de Edomitas, que é um tema interessante, mas para um artigo diferente. Apesar da pequena discrepância, isso não altera em nada o entendimento da restauração do Tabernáculo de Davi

Lembre-se, a suposição dos crentes judeus naquela época era que o Messias estava voltando para restaurar o Reino Davídico quase imediatamente. “Então, quando eles se reuniram, eles Lhe perguntaram repetidamente: “Senhor, neste momento você está restabelecendo o reino e restaurando-o a Israel?” Esse pensamento levaria os crentes judeus a pensar que este era apenas um momento para a salvação judaica, para Yeshua retornar, e então eles trariam salvação para o mundo, mas Yeshua disse algo em Atos 1:7 que era claramente contrário a esse ponto de vista. “Disse-lhes ele: Não vos compete saber os tempos ou épocas que o Pai fixou por sua própria autoridade”. Então o apóstolo Tiago estava apontando isso, e citando Amós 9:11-12 estava dizendo que porque Yeshua ainda não havia retornado e os gentios estavam claramente sendo salvos e cheios do Espírito Santo, embora eles ainda estivessem esperando pela restauração completa do Reino Davídico eles não devem se surpreender com isso acontecendo no momento atual e não mais tarde. De fato, como Paulo disse em Romanos 11:25 “até que o número pré-ordenado de gentios por Deus tenha chegado à salvação, somente então Israel será salvo”. Ao citar Amós, o apóstolo Tiago estava dizendo que para que a restauração completa do Tabernáculo de Davi acontecesse, a salvação dos gentios desempenhariam um papel que não poderia ser deixado de lado.

O Tabernáculo de Davi foi totalmente restaurado?

Ainda não, e isso deve ser uma fonte de entusiasmo para todo o corpo global de Yeshua! Por quê? Porque o que ainda deve acontecer é talvez um dos momentos mais emocionantes desde o ministério de Yeshua em Israel e Sua morte e ressurreição, e nossa esperança para essas coisas que ainda estão por vir é muito grande. Em Atos 26:6-7 e Mateus 19:28 é a esperança das 12 tribos de Israel governando e reinando com Yeshua. Em 2 Timóteo 2:9 é a grande liberdade em saber que a Palavra de Deus não pode ser acorrentada, embora sejamos perseguidos. Em Hebreus 2:8, vemos que ainda podemos esperar o dia em que todas as coisas serão submetidas a Yeshua, pois ainda não foram completamente sujeitas a Ele. Em Apocalipse 7:9-14 é a grande expectativa de que ambos Judeus e gentios juntos adorarão diante do trono de Deus, toda tribo e toda língua juntamente com Yeshua como cabeça. Aguardamos a colheita das nações e a colheita dos judeus porque uma sem a outra significa que ainda não acontece o retorno de Yeshua para governar e reinar de Sião.

Adoração Profética, Intercessão e Honra ao Povo Judeu e às Promessas de Deus

Embora adorar em Espírito e Verdade junto com a intercessão 24/7 não seja a restauração do Tabernáculo de Davi, é de fato ter o coração de pavimentar o caminho para sua restauração completa e o retorno de Yeshua. Fazer isso juntos como um corpo é essencial e honrar o povo judeu e as promessas de Deus sobre eles em relação ao reino messiânico vindouro é parte integrante dessa unidade no Corpo de Yeshua. Sem esse reconhecimento, a teologia substituição continuaria levando ao erro, pois vai contra o que o apóstolo Paulo ensina sobre ramos se gabando uns dos outros (Romanos 11:18). De fato, ao fazer isso, partes do Corpo de Yeshua estão inadvertidamente caindo na categoria de Gênesis 12:3 que diz: “E amaldiçoarei [isto é, sujeito à Minha ira e julgamento] aquele que amaldiçoar (desprezar, desonrar, desprezar) você (Israel).” Esta teologia de substituição então tira a urgência do Corpo global de Yeshua para então interceder e orar pela plena restauração e salvação de Israel o que é crucial para que o retorno de Yeshua seja possível. Os gentios compartilham muitas das promessas de Deus para o povo judeu, mas é essencial não roubar as que não pertencem aos gentios, para que não atrapalhe o crescimento dos crentes judeus e realmente prejudicar o crescimento do Corpo de Yeshua dentro da sociedade judaica, como infelizmente tem acontecido aqui em Israel.

Conclusão

Imitar o coração de Davi e adorar no espírito como no Tabernáculo de Davi, dia e noite, em Espírito e Verdade (João 4:23-24) é incrível e essencial para que o Corpo global de Cristo floresça e cresça. No entanto, confundi-lo com a restauração real do Tabernáculo de Davi como escrito em Amós 9:11 é na verdade, para atenuar seu impacto sobre o mundo através de falsos ensinos. Quando combinados, porém, com ensino correto e adoração e intercessão profética, é como várias bombas atômicas explodindo contra o reino caído das trevas ao redor do mundo. Então oramos para que tal movimento de adoração em Espírito e Verdade e intercessão juntamente com a perspectiva bíblica adequada floresça em um movimento global ativando e despertando esta nova geração profética de Malaquias 4:5-6 geração que se unam como um corpo global no Espírito Santo com Yeshua como o cabeça para finalmente ver a plenitude dos judeus e gentios seja salva e que o retorno de Yeshua aconteça nestes tempos finais. No poderoso nome de Yeshua oramos, amém! Adonai te abençoe e te guarde família do reino!

Nota: Grande parte do material de origem deste artigo é baseado na escrita de Avner Bosky.


inscreva-se em nossa lista de e-mails e Atualizações

Assine

Fique Ligado no Telegram

venha conosco

Comente e dê-nos seu feedback

Todos os direitos reservados

pt_BRPT