Em que dia profético entramos de acordo com os tempos e estações das Escrituras. Foi hoje, Iyar 20, que Israel recebeu pela primeira vez ordens de marcha após construir e consagrar o Tabernáculo no deserto (Números 10:11). 600.000 soldados mais mulheres, crianças e idosos entre eles moveram-se juntos seguindo a nuvem [da presença orientadora do Senhor] que se estabeleceu no deserto de Parã com a tribo de Judá liderando o caminho. Deve ter sido um local glorioso de triunfo, pois seus passos abalaram a terra depois de terem sido escravos apenas dois anos antes. Foi um momento de curta duração, infelizmente, e logo ao chegar a Parã os problemas começaram. Primeiro, foram as pessoas reclamando e reclamando de seus problemas que irritaram Adonai, e ele queimou os arredores do acampamento com fogo, matando muitos (Números 11: 1-6). Então a ganância veio e o povo exigiu carne, e depois que Elohim enviou codornizes para mais do que o suficiente para todos comerem, Ele os atacou com uma praga muito severa (Números 11: 31-35). Então Miriam fofocou sobre Moisés pelas costas, e em vez de ter medo de Adonai fazer isso, sabendo que Deus falava apenas com Moisés face a face, o Todo-Poderoso fez Miriam leprosa por 7 dias (Números 12: 1-16). Por último, mas não menos importante, os 12 espias foram enviados à Terra, e o pecado em seu retorno foi dar um relatório falso, fazendo com que vagassem no deserto por mais 40 anos (Números 13-14).

Neste momento, estamos sendo equipados, treinados e preparados para as batalhas que temos pela frente. Isso deve nos dar uma pausa para entender o motivo do Abba nos preparar. Não é para que possamos tirar selfies em nossos lindos uniformes novos. Não, estamos prestes a usar as armas de nossa guerra, porque estamos prestes a enfrentar obstáculos que tentarão nos impedir de cumprir as promessas do Altíssimo para nossas vidas, famílias, nações, etc. Reclamar e lamentar nos levará para trás em vez disso, a ganância terá um gosto bom apenas por um momento, a fofoca pelas costas do ungido de Abba levará ao oposto da bênção, e dar um relato falso irá desviar-nos da promessa do Pai que está ao nosso alcance. Hoje nós vamos com a armadura de ação de graças, apesar de nossas circunstâncias, contentamento com o que Adonai providenciou e providenciará, abençoando aqueles que estão na liderança e dando o bom relatório da Terra prometida cheia de leite e mel. O que Adonai promete, Ele cumpre, não importa o tamanho do inimigo, porque essa situação é menos do que um gafanhoto diante do Rei dos reis.

Ao entrarmos na 6ª semana da contagem do Omer, esteja vigilante, pronto para enfrentar o nosso passado, esteja presente no momento e na expectativa do futuro, pois ele contém o cumprimento da promessa de Adonai. Você está avançando preparado para a batalha, agora é hora de seguir o Espírito Santo na batalha, um passo de cada vez. Cada dia é uma nova vitória, uma nova transformação, esquecendo nosso antigo eu diante de Yeshua que agora está morto, e vivendo plenamente de acordo com Seu plano para nossas vidas. O Leão de Judá lidera o ataque, então vamos aproveitar esta 6ª semana da contagem do Omer de surpresa e pegar o inimigo de surpresa. Adonai te abençoe, família do reino!


inscreva-se em nossa lista de e-mails e Atualizações

Assine

Comente e dê-nos seu feedback

Todos os direitos reservados

pt_BRPT