As amendoeiras estão florescendo em Israel! Este mês de Shevat, o 11º mês do calendário bíblico é o mês que nos diz que a primavera está chegando. O nome do mês Shevat, traduz literalmente para significar chuvas fortes, indicativas da estação chuvosa e chuvas fortes em Israel durante esta época do ano. É nessa época que a seiva começa a subir nas árvores frutíferas sem ser vista a olho nu, mas as amendoeiras sabem o que está por vir, e age como a árvore de vigia, florescendo antes mesmo de suas folhas crescerem para deixar o resto da natureza saber o tempo e a estação. Assim como os vigias nas muralhas que vêem do alto o que está por vir para dizer ao resto da cidade para que se preparar, assim também é a Amendoeira. É assim que fomos chamados a ser, vigia que conhece os tempos e as estações como os Filhos de Issacar. Você sabe a gravata e a temporada e o que fazer? Você está vendo da perspectiva celestial, ou do chão, atrás do portão, adivinhando o que está por vir?

Qual árvore você é? Que fruta você está comendo?

No jardim do Éden em Gênesis 2:15, YHWH disse a Adão e Eva para cultivá-lo e guardá-lo, as palavras “guardar” é a palavra hebraica “Shamar” que significa vigiar, colocar uma cerca protetora ao redor, proteger e defender. Quando eles foram expulsos do jardim, os Querubins foram colocados na entrada do portão do Éden para “Shamar” a entrada da Árvore da Vida (Gênesis 3:24). Curiosamente, a palavra hebraica para Amêndoa é “Shakay”, a raiz da palavra sendo Shamar, efetivamente tornando a Amendoeira a “Árvore do Vigia” tanto em palavras quanto em ações. Como intercessores do reino dos céus aqui na terra, todos somos chamados a ser atalaias, estando atentos aos tempos e épocas de acordo com as promessas de Adonai e as coisas escritas nos livros do céu (Salmo 139:16, Jeremias 1:5 ) para nós mesmos individualmente, nossas famílias, comunidades, cidades, nações etc. Somos todos intercessores, pois este não é um dos cinco ministérios em que Yeshua dividiu o Corpo de Cristo (Efésios 4:11-13). Nem o Intercessor do adorador está nos cinco ministérios mencionados, o que significa que somos chamados a ser ambos. Você está olhando para a cobra no jardim (Gênesis 3:1) que vem como o ladrão para roubar sua herança, matar (manter você de seu destino), e destruir os planos de Elohim para sua vida? Qual fruta de qual árvore você está comendo? Que tipo de árvore você é, uma árvore da vida ou uma árvore do conhecimento do bem e do mal (morte)? O Salmo 1 nos diz que o homem justo: “Será como uma árvore firmemente plantada [e alimentada por correntes de água, que dá o seu fruto na estação própria; Sua folha não murcha; e em tudo o que ele faz, ele prospera [e chega à maturidade]. Se não é assim que você se vê hoje, então hoje é o dia de mudar ativa e propositalmente a trajetória de sua vida. Você foi criado para a vitória e não para a derrota, e você tem a escolha, independente de suas circunstâncias, de permanecer forte e firme diante do inimigo enraizado na Palavra de Deus no poder do Espírito Santo, redimido e enlouquecido pelo sangue. de Yeshua.

ORELHAS, OLHOS, BOCA

Jeremias 1:11-12 incorpora perfeitamente o que significa ser um atalaia do Reino. “A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: “Jeremias, o que você vê?” E eu disse: “Eu vejo o galho de uma amendoeira”. Então o Senhor me disse: “Você viu bem, pois estou [ativamente] zelando pela Minha palavra para cumpri-la”.

Primeiro Jeremias ouve (ouvidos) a Palavra do Senhor, ele vê (olhos), depois fala (boca) o que vê. Esta é a ordem em que devemos usar nossos sentidos espirituais. Somos primeiro vigias sobre nossos próprios portões, ouvidos (Provérbios 18:15), olhos (Mateus 6:22) e boca (Provérbios 18:21, Tiago 3:6, João 7:38), depois sobre outros portões. Em Jeremias 1:12 Adonai compara a Si mesmo à Amendoeira que agora sabemos que significa em hebraico “Vigiar”, certificando-se de que Sua Palavra seja cumprida. Portanto, se não estivermos em comunicação com Ele, como saberemos o que está por vir? É hora de subir às muralhas celestiais, a sala do trono do céu (Mateus 16:19), para saber o que está por vir, a fim de dar um relatório verdadeiro a nós mesmos e ao Corpo do Messias para fechar os portões ou arremessar eles abrem. Como vigias, é nosso dever estar despertos e dar o verdadeiro relato do que está por vir. Não devemos ter medo de dizer a verdade do que ouvimos e vemos, não para agradar os ouvidos das pessoas, mas para falar com ousadia a Palavra de Elohim, sabendo que fazer o contrário coloca em risco a vida de todos, nós mesmos e famílias incluídas ( 2 Timóteo 4:3).

CONCLUSÃO

É tempo de sermos Árvores de Sentinela do Reino, amendoeiras em flor que profetizam os tempos e as estações em que estamos e que estão por vir. Agora mais do que nunca devemos estar olhando para o horizonte desde os lugares celestiais, vendo o que está por vir de acordo com os planos e propósitos do Ancião de Dias para que possamos fazer parte do cumprimento de Sua Palavra que Ele está sempre esperando . Pergunte ao Espírito de YHWH qual é o seu chamado e propósito, seu destino é para o qual Ele o fez (Mateus 7:7-8). Quando você pode ver o fim desde o início, vemos a promessa como Josué e Calebe (Números 13:25-33), e não prestamos atenção em quão grandes são os gigantes que estão no caminho, porque sabemos que o Rei da glória é fiel para cumprir Sua Palavra (Josué 21:45). Devemos nos lembrar primeiro de sermos vigias de nossas próprias vidas, nossa herança individual no Altíssimo, vigiando nosso jardim e os portões desse jardim (ORELHAS, OLHOS, BOCA) para que possamos ser Árvores da Vida que se folhas são para a cura e que dá seu fruto todo mês (Apocalipse 22:2). Ao fazermos isso, somos melhores observadores do macro, como as promessas do Senhor dos Exércitos para nossas famílias, comunidades, cidades e nações. Como Sentinelas temos a honra e o privilégio de estar na presença do amor perfeito em primeiro lugar, adorando-O em Espírito e Verdade, e desta posição nos lugares celestiais, somos capazes de Ouvir Sua voz mais claramente e ver de Sua perspectiva e declarar Sua Palavra de acordo com o tempo e a estação para que seja cumprida na terra como no céu. Para cada crente é nosso dever sagrado orar sempre pela Paz Jerusalém (Salmo 122:6 e pela salvação de Israel (Romanos 11:25) que dará início ao retorno do Rei da glória. Pois Seu retorno é o lugar em que nossos olhos repousam no horizonte, sabendo que não importa o que esteja diante de nós ou aconteça conosco, Ele virá em breve para inaugurar o Novo Milênio e reinar sobre as nações como Rei de Sião (Apocalipse 20:4-6). Oh, vigias adormecidos! Sopre os shofars das paredes! Trombeteie sempre a vitória de Yeshua e esteja atento aos Seus tempos e estações para Sua glória e Seu breve retorno.


inscreva-se em nossa lista de e-mails e Atualizações

Assine

Comente e dê-nos seu feedback

Todos os direitos reservados

pt_BRPT