O Jubileo dos Estados Unidos: Para o melhor ou para o pior?

O momento certo

Enquanto continuamos monitorando o relógio de Adonai, estamos nos aproximando de um crescendo profético em um tempo no qual muito poucas pessoas estão prestando atenção ou sendo conscientes. O 400º aniversário da assinatura do Pacto de Mayflower, e muitos diriam que o pacto americano com YHWH como nação, ainda não chegou oficialmente apesar de já ter sido celebrado no início do ano. É muito importante que não olhemos para o tempo de acordo com o calendário gregoriano, mas, em vez disso, de acordo com o Calendário bíblico para saber exatamente por que este marcador específico no tempo é tão importante de acordo com a Palavra de Deus, e por que estar no tempo certo é mais crucial do que nunca.


Contrato com Adonai

O Pacto de Mayflower, e aqueles que o assinaram, prometeram habitar a terra para a glória de Deus e a difusão do Evangelho da Paz e foi assinado durante um Ano Shmita, no Ano Bíblico de 5381 em 15 de Cheshvan (11 de novembro de 1620). Assim como a Escritura nos diz para guardarmos o Sábado, ou Shabbat santo no 7º dia. (Êxodo 20:8-11)Adonai também ordenou que Israel guardasse o ano Shabbat, conhecido como o ano Shmita, quando não haveria plantio ou colheita para deixar a terra descansar, (Levítico 25:1-5)assim como o perdão das dívidas pendentes de cada pessoa (Deuteronômio 15:1-11). Por que é importante que você saiba isso? O próximo ano shmita está prestes a começar no dia 6 de setembro de 2021 ou 29 de Elul de 5781 no Calendário Bíblico. Isto significa que o verdadeiro aniversário de 400 anos da assinatura do Pacto de Mayflower, o contrato dos Estados Unidos com a Adonai, será no dia 21 de outubro de 2021. Para saber se isto é uma coisa boa ou ruim para a América, precisamos conhecer tanto a bênção quanto a maldição do Shmita.

A Bênção do Shmita e do Jubileo

Há um marcador mais significativo no ciclo de tempo das escrituras que acontece apenas uma vez a cada 50 anos após um ciclo de 7 anos shmita chamado de ano Yobel (jubilar) (Levítico 25:8-24) quando, além das regras aplicáveis no ano Shmita, os escravos eram libertados e devolvidos às suas famílias e as terras eram devolvidas aos seus antigos proprietários. América está emtrando em seu 8º Jubileo, é sinal de uma próxima reinicialização econômica e social, um nivelamento do campo de atuação social e econômico. O mesmo verso escrito no Sino da Liberdade na Filadélfia, Pensilvânia, é o mesmo verso declarado no Jubileu que diz, "E santificareis o quinquagésimo ano e proclamareis a liberdade em toda a terra a todos os seus habitantes" (Levítico 25:10).

A Maldição de não manter o Shmita

Entretanto, é importante notar que quando Israel não guardou e santificou os anos shmita, Adonai o fez por eles, e não de uma maneira agradável. Levítico 26:14-46 detalha a punição por não dar à terra seu descansoA terra foi uma das principais causas dos 70 anos de exílio na Babilônia, para que a terra pudesse descansar como Ele prometeu, fazendo 10 shmitas de descanso. Por falar em 10 Shmitas, este próximo Shmita será também o 10º Shmita (70 anos). desde o primeiro ano Shmita em 1951, desde a fundação de Israel em 1948. Coincidência?



Receba as notícias mais interessantes diretamente em sua caixa de mensagens.

Está chegando o Shmita da América: Julgamento ou Bênção?

Se você está pensando que é simplesmente um ano simbólico sem nenhum efeito ou conseqüência do mundo real, os dados e a história dizem o contrário. Durante os últimos 8 anos shmita, Nos Estados Unidos, tem havido uma notável recessão econômica durante cada ano shmita com grande efeito para a economia global. Além disso, parece que o que desencadeou estas recessões consecutivas começou com a oração sendo retirada das escolas, e continuando com a legalização do aborto e do casamento entre o mesmo sexo. A América está sendo advertida por Adonai? Se você quiser saber mais sobre este ciclo e o momento específico destas recessões shmita, aguarde para receber nosso próximo artigo intitulado: "Shmita, A Próxima Grande Depressão, e A Próxima Grande Transferência de Riqueza".

Significado de 400

400 anos é significativo por muitas razões na Bíblia. Os mais notáveis foram os 400 anos de escravidão de Israel no Egito, mas quando eles partiram, lembre-se também que eles partiram com as riquezas do Egito após o julgamento total da nação e seus deuses, deixando a terra desolada. Quando os Estados Unidos entrem em seus 400 anos, a questão permanece, o povo voltará para Adonai, ou não? Surgirá um David para liderar a nação em retidão e justiça, ou irá Adonai soberanamente fazer descansar a terra da liberdade? Poderia este Jubileu de 400 anos dos Estados Unidos ter algo a ver com profecias das Escrituras sobre o retorno dos judeus a Israel? Cerca de 40% dos judeus do mundo ainda vivem na América, mas será que isso poderia sinalizar uma mudança, um êxodo do povo judeu da América de volta a Israel? Uma coisa é certa, o reino caído das trevas está fazendo tudo o que pode para acelerar a queda e o desaparecimento da América, mas há um remanescente que se recusa a se curvar aos deuses dos homens que estão jejuando, orando e se arrependendo em nome da nação. É certamente um momento Elias na América, onde a nação está sendo forçada por Adonai a decidir quem servirá, Baal, ou o Deus de Israel. Por favor, continue orando pela América neste momento como um renascimento e uma grande fome por mais do grande Eu Sou é a única coisa que pode salvar o país. Adonai te abençoe e te guarde!

Inscreva-se em nosso blog para continuar recebendo notificações interessantes sobre os próximos posts sobre o próximo ano Shmita.

inscreva-se em nossa lista de e-mails e Atualizações

Assine

Fique Ligado no Telegram

venha conosco

Comente e dê-nos seu feedback

Todos os direitos reservados

pt_BRPT