Durante este ano, fomos e voltamos à Malásia mais de 10 vezes. Durante esse tempo, vimos o mapa da capital, Putrajaya, Kuala Lumpur muitas vezes e oramos pela liderança e governo da Malásia. Desta vez, o O Espírito Santo finalmente nos permitiu ir pessoalmente com um grupo de 7 fortes intercessores da Malásia, América, Europa e Oriente Médio, incluindo um advogado do governo trabalhando na capital. Nós estávamos indo para Putrajaya nesta época em que o progresso do novo governo começou para atingir grandes obstáculos e se encontra em uma bifurcação na estrada. Este é o momento não apenas para o governo da Malásia se levantar de seus fracassos passados, mas também para o Corpo do Messias em toda a região do sudeste da Ásia se unir na unidade, e o inimigo está com medo. Milhares de pessoas de Deus fizeram caminhadas de oração na área, e milhões de malaios estiveram e estão orando pela liderança de sua nação, abrindo caminho para que façamos o mesmo.

Putrajaya, onde ficam todos os escritórios do governo da Malásia, é uma ilha artificial, cercada por um lago artificial, o centro do governo da nação. sobre as águas, e como as águas ao redor da ilha estavam de fato afetando muito o governo. Ele começou a nos falar sobre o Leviatã (Jó 31:34) que opera nas águas, dizendo que quem controla as águas também controla a terra. Antes de irmos para as águas, porém, fomos ao Centro Internacional de Convenções de Putrajaya, onde tivemos um ponto alto para ver de ponta a ponta toda a ilha que se alinha perfeitamente com o Palácio do Primeiro Ministro, em torno do qual fica a maior rotatória do mundo. De lá, em vez de seguirmos para os principais prédios do governo, dirigimos até o extremo oposto da ilha, próximo à Grande Mesquita, onde um pequeno parque memorial com as bandeiras de todas as províncias da Malásia voa alto. Caminhamos dois a dois, assim como Yeshua enviou os setenta (Lucas 10:1), duas vezes ao redor do memorial, cada par orando juntos enquanto o Espírito Santo conduzia para a Malásia e a região. e povo da Malásia, e uma declaração de que o Evangelho chegou aos confins da terra e está começando sua jornada de volta a Jerusalém.

Depois do parque memorial fomos até as águas que cercam a ilha para declarar a Palavra de Deus. Não fomos para lutar contra nada, mas simplesmente para adorar e declarar Sua Palavra de acordo com o Pai. Como entendemos pelo Espírito Santo que o Leviatã estava se movendo nas águas ao redor de Putrajaya, fomos lembrados do Salmo 74:13-14 que diz: “Você dividiu o Mar [Vermelho] pela sua força; Você quebrou as cabeças dos monstros marinhos nas águas, Você esmagou as cabeças do Leviatã (Egito); Você o deu como alimento para as criaturas do deserto”. Deus é o criador do Leviatã e é o único que pode subjugá-lo. “No entanto, quem ousa resistir a Mim, o criador da besta? Tudo sob os céus é meu; portanto, quem pode reclamar contra Deus? (Jó 41:34)” Ficamos juntos na praia, bem ao lado do vertedouro ou comporta que mantém o nível da água, e de acordo, de acordo com isso, dissemos ao Leviatã: “O Senhor te repreenda” assim como o Senhor disse a Satanás em Zacarias 3:2. Oramos como Eliseu orou nas águas de Jericó, e derramou sal na água, sabendo que o sal não tem poder algum, mas como um símbolo de que o próprio Elohim estava curando as águas e, consequentemente, curando o governo da morte e da esterilidade. (2 Reis 2:21). Oramos para que os anjos do Senhor viessem assim como o anjo veio ao tanque de Betesda para agitar as águas e torná-las águas de cura, neste caso para a nação (João 5:4), e para o Pai derramar Sua chuva celestial enchendo o lago com as águas que fluem de Seu trono, fazendo a Malásia crescer em uma árvore da vida ao longo de suas margens (Ezequiel 47:1-12, Apocalipse 22:1-5). Tínhamos nossos guarda-chuvas abertos e prontos para a chuva, e eis que quando terminamos de orar e começamos a caminhar de volta para o carro, a chuva começou a cair.

Por favor, junte-se a nós para continuar orando pela Malásia e pelo governo neste momento crucial, bem como para continuar orando para que os livros do céu escritos para esta região sejam cumpridos com perfeição de acordo com a vontade do Pai. A Malásia será preenchida com a glória de Deus, isso nós sabemos, então continuamos na brecha declarando as promessas de Abba para este país até que Ele volte para nós montado em uma nuvem, brilhando como o sol ao toque da trombeta. Deus vos abençoe e vos guarde filhos e filhas do Deus de Israel.


inscreva-se em nossa lista de e-mails e Atualizações

Assine

Comente e dê-nos seu feedback

Todos os direitos reservados

pt_BRPT