Av, O Pai

Entramos em um dos meses mais polarizadores e cruciais do ano, o mês de Av. A Av dura de 29 de julho a 27 de agosto. A palavra Av significa "Pai". Este mês começa e é tradicionalmente um período de luto, terminando no dia 9 de Av, conhecido como as 3 semanas de tristeza, a data em que o primeiro e o segundo templos foram destruídos. Av é, portanto, visto como o mês mais calamitoso do ano. Como crentes, no entanto, embora estejamos cientes desses desastres divinamente programados, devemos examinar por que Adonai deixou isso acontecer em primeiro lugar.

templo destruído

Como templos do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19) é hora de olhar para dentro e reconhecer se nós mesmos estamos repetindo ou não os erros do passado que levaram à destruição dos templos, e ter certeza de que estamos correndo de acordo com o coração e os tempos de Elohim. Este mês devemos lembrar quem é o verdadeiro inimigo (Efésios 6:12), e quem realmente peleja as nossas batalhas (Êxodo 14:14). Não dê ao inimigo nenhuma porta aberta por falta de perdão nem deixe que ele lhe cutuque e aperte o botão de autodestruição em sua vida. Você está pronto para uma montanha-russa do Espírito Santo de confiança e fé no Altíssimo? Se você ainda tem que pular a bordo, agora é a hora. Dê aquele salto de fé que seu coração continua implorando para que você dê, e deixe Yeshua lhe mostrar que Ele é quem Ele diz que é. Bem-vindo a bordo do Rei Yeshua Express que leva você mais longe, mais rápido, mais profundo e mais amplo do que sua mente, corpo e espírito podem compreender, pelo sangue de Yeshua.

Da angústia ao conforto

Aharon

Além de ser conhecido como o fim das 3 semanas de tristeza e o dia em que o primeiro e o segundo templos de Jerusalém foram destruídos, o dia 9 de Av (6 de agosto) é também o dia em que Adonai disse à geração resgatada do Egito que todos morreriam por causa de sua falta de fé na fronteira da Terra Prometida (Números 13-14). E foi no primeiro dia do mês de Av que Arão, o sumo sacerdote, morreu (Números 33:38). Bem deprimente. No entanto, poucas pessoas lembram que o dia 9 de Av também marca o início das 7 semanas de consolação. Este é um lembrete de que nosso destino como crentes nascidos de novo, o tempo de luto se tornou um tempo de celebração, alegria e festas alegres. Este não é um momento para que nossas mentes se concentrem em destruições passadas há tanto tempo, mas, em vez disso, pavimentar o caminho para o retorno de Yeshua, um projeto de construção em que somos as pedras vivas, templos vivos do Espírito Santo que adoram o Pai em Espírito e Verdade. O velho homem está morto e enterrado, aquele templo da carne, e o novo homem, nascido do Espírito, permanece inabalável e imperturbável pela atual peneiração e mudança do mundo, pois nossa nova fundação está na Verdadeira Pedra Angular.

abraço de Yeshua

Estas 7 semanas de conforto terminam no dia de Yom Kippur (O dia da Expiação), que é o último dia dos Grandes Dias Santos que terminam em 5 de outubro. Estas 7 semanas de Conforto são um lembrete para nós como crentes que o Espírito Santo “Nosso Consolador” está constantemente nos dizendo que estamos neste mundo, mas não mais dele. Não somos mais as uvas da ira. “Pois a rocha deles não é como a nossa rocha, até mesmo nossos inimigos julgam isso. “Pois a sua vinha é da vinha de Sodoma e dos campos de Gomorra; Suas uvas são uvas de veneno, seus cachos, amargos. “O vinho deles é veneno de serpentes e veneno mortífero de víboras. 'Não está guardado comigo, selado em meus tesouros? (Deuteronômio 32:31). Se você está se sentindo trêmulo, se sente que está oscilando, ou mesmo em queda livre, lembre-se de que, embora possamos nos sentir movidos pelo medo ou pela incerteza, nosso Rei não está. À medida que operamos no temor do Senhor, todo medo do mundo foge de nossas mentes e de nossa realidade. Ele está com você e para você, Ele nunca deixará você e nem o abandonará. Aqui está um exemplo nas Escrituras que está falando diretamente com você. “Depois de expulsar os cobradores de impostos e os mercadores de dentro dos portões do templo com um chicote de cordas, os discípulos se lembraram da Escritura que diz: “O zelo (amor, preocupação) por sua casa [e sua honra] me consumirá”. (João 2:16). Ele é igualmente zeloso por nós, templos do Espírito Santo, e tudo o que precisamos fazer é pedir e Ele limpará tudo em nós que não é de YHWH quando nos aproximarmos do Seu trono pelo sangue do Cordeiro.

Da morte para a vida

yeshua

“Eles perguntaram a Yeshua que sinal ele poderia mostrar a eles que tinha autoridade para fazer essas coisas. Ele respondeu, “Destrua este templo e eu o levantarei novamente em três dias.” Eles responderam: "Demorou quarenta e seis anos para construir este templo, e você vai erguê-lo em três dias?" Mas o templo de que ele falara era o seu corpo ”(João 2: 18-21). Embora este mês de Av seja o fim das três semanas de tristeza, lembramos que Yeshua é nosso alicerce que nem mesmo a morte pode abalar, e nós também morremos e ressuscitamos com ele. Somos reconstruídos, não destruídos. Vivemos e respiramos ressurreição enquanto o mundo prega a destruição. Yeshua está vivo, e ainda assim o diabo mente e ainda tenta causar destruição e morte porque ele sabe que seu tempo está quase acabando.

proteção

Este mês podemos esperar ataques ao sacerdócio, a liderança em Kehilots (congregações) ao redor do mundo, e é vital que nos mantenhamos firmes em apoio e orações por nossos irmãos e irmãs em Yeshua, e sejamos em unidade como o Corpo do Messias. A unidade não é possível com a falta de perdão e se ofender, no entanto, a mesma coisa que dividiu o corpo global de Yeshua desde a morte e ressurreição de Yeshua. Para ser verdadeiramente reconstruído, é hora de nós, como família do reino, sermos intencionais quanto à restauração. Não temos o direito de nos orgulharmos, pois tudo o que temos vem do Pai e volta para Ele também, portanto, que possível razão devemos ter para nos ofender? Enquanto o mundo enfrenta tempos caóticos e calamitosos este mês nosso foco deve ser da perspectiva da sala do trono, ouvindo o que o Pai está dizendo e fazendo como nós O vemos fazer.

Levante-se nos Portões do Templo

A tribo de Av é Simeão, e seu nome nos dá um aviso e uma chave sobre o que devemos prestar atenção durante este mês. Simeão significa "ouvir", uma pista para estarmos atentos aos nossos portões naturais, nossos ouvidos, que precisam ser guardados. Em Atos 3, ouvimos sobre um homem que não conseguia andar desde o nascimento, sendo deixado no portão do templo, que foi sua rotina durante a maior parte de sua vida. Quando ele pediu moedas a Pedro e João enquanto passavam, ele esperava "ouvir" uma gota no copo. É o que o coxo se acostumou a ouvir durante toda a vida. Além de uma moeda cair em sua xícara, ele já ouvira tudo naquele momento, das pessoas que passavam; pena, desprezo, escárnio e risos, mas ele não esperava ouvir o que viria a seguir. Ele ouviu pela primeira vez uma voz de esperança, poder e amor perfeito.

Pedro e Lame

“Mas Pedro, junto com João, olhou para ele atentamente e disse: "Olhe para nós!" E o homem começou a prestar atenção neles, esperando ansiosamente receber algo deles. Mas Pedro disse: “Prata e ouro eu não tenho; mas o que tenho te dou: Em nome (autoridade, poder) de Yeshua Ha'Mashiach, o Nazareno -[comece agora] caminhe e continue andando!” Então ele segurou a mão direita do homem com força e o levantou. E imediatamente seus pés e tornozelos ficaram fortes e firmes, e com um salto, ele se levantou e começou a andar; e entrou com eles no templo, andando, saltando e louvando a Deus”.

Nossa nova realidade depois de nascer de novo do alto, do céu onde o Pai está entronizado fora do tempo e do espaço, é o oposto deste mundo. No terceiro céu não há morte, doença, infelicidade, preocupação, ódio, medo, ansiedade, etc. e estamos sendo chamados a trazer nossa nova realidade como cidadãos do céu aqui para a terra. Assim como João e Pedro estavam de acordo dizendo ao coxo que andasse pela autoridade que lhes foi dada por Yeshua, nós também estamos sendo chamados nesta geração para ser a geração de João 17 que são um com Deus e unânimes nele. Venha o teu reino, seja feita a tua vontade assim na terra como no céu (Mateus 6:10). À medida que a fome, a guerra e o colapso econômico começam a aumentar este mês, estamos sendo chamados levante e brilhe em todo o nosso potencial como filhos e filhas maduros do Altíssimo. Vamos trabalhar família reino!

A quem estamos ouvindo?

Quantas pessoas você conhece que precisam ouvir a verdade em vez do que o mundo está pregando? Enquanto o mundo diz para tirar o copo do mendigo e alinhar-se com os tempos do mundo, Yeshua está dizendo “Levante-se e ande!” Regozije-se, adore e dance como o homem curado fez nos portões do templo que ele nunca havia entrado antes sem ser carregado. Se estamos ouvindo a mensagem do mundo mais do que a mensagem da Palavra viva, onde devemos esperar que nosso nível de fé esteja? Que mensagem está saindo da boca da amada noiva de Yeshua hoje? É uma mensagem de empatia que simpatiza com as coisas terríveis que estão acontecendo com as pessoas, ou é uma voz de restauração, cura e identidade para aqueles que caíram, ou nunca se levantaram antes? É silêncio? O que as pessoas ouvem você dizer? É a mensagem de esperança e uma nova vida, ou ecoa e imita as mentiras do inimigo que pretende encher nossos ouvidos de dúvida, medo, consternação, ansiedade e confusão? Essas coisas não são de Adonai. Na verdade, essas coisas são o oposto dos frutos do Espírito. Satanás está apavorado com a noiva de Yeshua se levantando no poder e no amor do Altíssimo, então ele faz o seu melhor para instilar seus próprios atributos caídos no mundo, especialmente nos crentes. No entanto, não ficaremos em silêncio e não temos medo! Cantamos louvores, regozijamo-nos no Rei da glória, o Nome acima de todos os nomes, e dos confins da terra de volta a Jerusalém, elevamos nossos corações em adoração, declarando que a vitória já foi conquistada em Yeshua!

Replicar o rugido

constelação de leão

A constelação de Av é Arie (O Leão). Isso mesmo, o Leão de Judá está rugindo este mês, mas se você não estiver familiarizado com Seu rugido, Sua voz, o inimigo tentará enganá-lo a pensar que seu rugido é real. Satanás é um gato copiador, literalmente. 1 Pedro 5:8 nos diz, “Aquele seu inimigo, o diabo, anda por aí como um leão que ruge [faminto], procurando alguém para devorar.” A palavra-chave aqui sendo, "COMO" um leão rugindo. Poucas pessoas deram uma explicação tão bonita da real diferença entre o Leão de Judá e o gato copiador do que o falecido Reinhard Bonnke. Ele disse, “O diabo nada mais é do que um gatinho em um canto com um microfone”, e não poderíamos concordar mais! A questão é que quando não estamos ouvindo a Palavra de Deus engrandecida pelo Espírito Santo, aquele gatinho com microfone é a coisa mais barulhenta que existe. Ela rasga os móveis, faz uma grande bagunça, arranha com força e traz o caos para uma casa que já esteve em ordem. Parece muito desafinado quando estamos ouvindo o rugido do Rei da glória, mas se não estivermos, devemos nos preparar para ser mordidos. Já aconteceu com todos nós, mas este mês o rugido do Leão de Judá está sendo ativado dentro de você, e você está sendo fortalecido e renovado em sua identidade em Yeshua como filho ou filha do Altíssimo que herdou o Seu rugido que faz o inimigo fugir. Vamos rugir juntos neste mês de Av, e ponha em fuga os inimigos do Altíssimo!

Conclusão

Não corremos de acordo com os tempos do reino caído das trevas, e o que o inimigo pretende para o mal, Deus usa para o bem (Gênesis 50:20). Este mês de Av, embora lembremos da calamidade do passado e a vejamos replicada no mundo este mês, vivemos na alegria e vitória de Yeshua em nós. Este mês do Pai, é hora de abrir nossos ouvidos (Simeão) para o que Ele está dizendo agora para que possamos ser como os filhos de Issacar que sabiam os tempos e as estações e o que fazer (1 Crônicas 12:32). Nós nos recusamos a repetir os erros do passado, mas sim sobre os ombros daqueles que vieram antes de nós e pavimentaram o caminho para que pudéssemos continuar pavimentando o caminho para o retorno do Rei da glória como a geração do fim dos tempos.

Nossas dificuldades são simplesmente uma oportunidade para o grande Eu Sou ser glorificado fazendo o impossível parecer fácil. O Leão da tribo de Judá está rugindo em sua vida, e as trevas são forçadas a fugir quando Sua luz entra e transforma o que parecia uma derrota em uma beleza maravilhosa. Vamos nos unir como Leões do Reino dos céus e rugir juntos, edificando uns aos outros, encorajando e apoiando uns aos outros em Yeshua. Este é o mês de novos começos, e é um novo começo quando profetizamos sobre nós mesmos, uns aos outros e às nações, declarando "VITÓRIA"! Falamos de vida e não de morte. Nós viemos em fé como Abraão aos 99 anos, e lembramos como Você, Rei da glória, fez de sua própria morte um Aleluia de vitória para sempre, derrotando o pecado e a morte. Clamamos em Seu Nome Yeshua! Obrigado por tudo o que você fez, está fazendo e está prestes a fazer neste mês de Av.


Comente e dê-nos seu feedback

Todos os direitos reservados

pt_BRPT